fluxo de caixa
Gestão do Varejo

Fique por dentro do que é fluxo de caixa e porque é importante

Manter a saúde financeira de um empreendimento em dia é um processo de suma importância para que seu negócio obtenha o sucesso esperado. Contudo, a maioria dos empreendedores encontra inúmeras dificuldades — a mais comum delas é saber o que é fluxo de caixa e como ele é feito.

Quando usada da maneira correta, essa ferramenta é capaz de mostrar todas as informações sobre a saúde financeira da sua empresa. No entanto, qualquer falha, por menor que seja, pode resultar em uma enorme dor de cabeça.

Pensando nisso, reunimos neste artigo tudo o que você precisa saber sobre o fluxo de caixa. Confira!

O que é fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é uma ferramenta administrativa que auxilia o gestor no controle financeiro de uma organização. Sua matemática é bem simples: consiste em subtrair do faturamento os gastos da empresa. No entanto, embora o cálculo seja simples, a maior dificuldade e concentração de falhas está em sua organização.

Antes de qualquer coisa é necessário identificar os valores que entram e os que saem de uma empresa. Seu período de análise fica a critério do gestor. Ele pode ser mensal, quinzenal, semanal ou até mesmo diário. Quanto menor for o intervalo, mais preciso será o resultado.

Por que calcular fluxo de caixa?

Essa é uma poderosa ferramenta que, quando bem elaborada e constantemente atualizada, oferece dados precisos sobre a realidade da companhia. Suas principais vantagens são:

  • realizar um planejamento e controle das entradas e saídas de caixa;
  • avaliar se os ganhos apresentados serão suficientes para cobrir as despesas futuras;
  • auxiliar o gestor na tomada de decisões;
  • avaliar se o desempenho da empresa está sendo satisfatório;
  • verificar a necessidade de ajustes de preços, assim como de promoções para queimar o estoque parado;
  • avaliar a capacidade de fazer pagamentos antes de assumir outros compromissos.

Como calcular o fluxo de caixa?

Para que seja considerado eficaz, o fluxo de caixa deve apresentar não só as entradas e as saídas de valores da empresa, mas também o orçamento disponível. Para facilitar o entendimento, preparamos algumas dicas para você. Confira!

Realize um inventário para organizar as informações

Realize um inventário financeiro em que conste informações relevantes sobre os custos fixos, variáveis, contas a pagar e receber, além dos investimentos previstos para o período a ser analisado.

Para deixar tudo mais organizado e de fácil entendimento, separe esses dados por categorias — como pagamento de fornecedores, salário de funcionários, gastos administrativos e assim por diante.

Mantenha os dados constantemente atualizados

De nada adiantará reunir todas as informações se os dados não forem atualizados constantemente. A cada movimentação financeira realizada na empresa é necessário registrar a informação.

Por ser uma tarefa bastante trabalhosa, muitas empresas optam por softwares de finanças que facilitam esse processo, mas, ainda assim, é necessário ter alguém que fique responsável por alimentar o sistema com as informações.

Defina uma periodicidade para análise dos relatórios

Após reunir as informações e definir um responsável pela alimentação dos dados, é necessário realizar um acompanhamento periódico desses números. Como citamos, esse acompanhamento pode ser semanal, quinzenal ou mensal — não há uma regra quanto a isso.

Conte com um sistema de gestão

Atualmente, contamos com diversas opções de sistemas especializados para esse tipo de controle. Uma das maiores e mais significativas vantagens encontradas é a possibilidade de reunir todas as informações necessárias no mesmo lugar, além de diminuir consideravelmente a possibilidade de falhas e oferecer dados concretos para as tomadas de decisões.

Isso permite que o gestor tenha uma visão mais ampla e detalhada da situação financeira da empresa, além de mais praticidade no processo e aumento significativo da produtividade da equipe — já que o gestor e os colaboradores terão mais tempo para se dedicar a outros assuntos importantes.

Não há dúvida da importância do fluxo de caixa para manter a vida financeira do empreendimento organizada, pois por meio dele o gestor consegue visualizar as possibilidades de melhorias, além de distribuir de forma adequada os valores disponíveis para cada setor sem prejudicar ou comprometer a empresa.

Agora que você sabe o que é fluxo de caixa, confira também nosso post sobre decisões acertadas no varejo!